• Laura Assis

BR 381

Eu passei duas horas inteiras olhando para a estrada escura

Apenas alguns faróis perdidos naquela noite fria

Iluminavam esporadicamente o breu através da janela do ônibus

Eu chorei por alguns minutos, não vou mentir desta vez

De repente a possibilidade de uma enorme distância entre nós

Parecia algo palpável, possível de acontecer em breve

De todas as vezes que te odiei por alguns milésimos de segundos

Esta foi a única que machucou de verdade, de maneira irrevogável

Deixava-me ir, pouco a pouco, embora da tua vida

Quando tudo dependia apenas de um pequeno gesto seu

Não de duas ou três palavras, porque eu já estava cansada delas

De volta à escuridão da estrada, pensei na luz apagada no meu quarto

Quando você estava lá e eu ouvia sua respiração às vezes leve, às vezes pesada

Pensei nas vezes em que não podia te ver, mas tuas mãos me encontravam

Me lembrei das vezes em que pensei nesta mesma estrada quando estava com você

E, quilômetro por quilômetro, eu fui percebendo

Que as curvas de uma estrada fazem parte dela sem modificá-la

E eu imaginei que você não iria saber o que eu quis dizer com isto

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo