• Laura Assis

Um amor ou um jardim?

Eu não sei se quero um amor. Eu não sei se quero um jardim. Eu amo o amor, mas também amo as flores, embora elas não sobrevivam muito bem perto de mim. Mas talvez o fato delas não durarem muito tempo seja porque não bate sol na minha janela.

Pensando bem, os amores que tive também não duraram muito. Será que esses amores definharam pelo mesmo motivo: falta de sol na minha janela?? Não creio nisso, porque, embora não tenha sol na minha janela, eu tenho sol dentro de mim. E acho que ao amor, isso basta. Não bastaria às flores, mas ao amor, acredito que sim.

Me encantam as flores amarelas: as prímulas, os girassóis e todas as outras. Já plantei a maioria delas e, não sei se pela falta de sol ou de experiência, elas não duraram. Mas, enquanto enfeitavam minha casa, eu era feliz com elas e, depois que se foram, com a lembrança delas.

Coincidência ou não, alguns amores também foram assim: me fizeram feliz com sua presença e depois com sua lembrança. Ainda hei de descobrir qual a relação das coisas! Descobrir se quero um amor ou se quero um jardim. Ou, talvez, o que eu queira mesmo, seja um amor que me traga flores!

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Silêncio