Não importa se ela é Lise ou Íris, ou qualquer outro nome que queira ter, a personalidade de camaleoa refletirá sempre em seus poemas. As marcas deixadas por Lise, os passos trilhados por Íris, cada qual ao seu estilo desnuda e revela sutilmente quem está por trás delas. A personalidade inconfundivelmente forte, sagaz, aventureira e fugaz da estreante Laura Assis. Leitora voraz, tem como guias Fernando Pessoa, Leminsky, Ferreira Gullar, Vinícius de Moraes e a poetisa portuguesa Matilde Campilho. Mas seu coração pulsa descompassado quando caminha pelas veredas deixadas por Guimarães Rosa. Aceitei de bom grado o convite para cometer a heresia literária de fazer o prefácio desta obra a qual tive o prazer de acompanhar o nascimento e o crescimento. Ver a evolução e o amadurecimento na escrita de Laura é algo que me causa êxtase. A mulher moderna é livre e despida de pudores e pre- conceitos, quer sentir-se desejada e quer saciar suas vontades, mesmo que meramente sexuais. Ainda assim, são românticas e sonham em encontrar um amor que permaneça por mais de uma noite. E é exatamente essa falta de pudor que faz de Lise e Íris verdadeiramente livres. E esta obra é, antes de tudo, sobre liberdade. Percebe-se nelas a vicissitude a partir dos desamores, da desilusão, da dor, da vontade, da procura, do encontro e dos reencontros. O leitor atento observará que tais mudanças provocaram um profundo amadurecimento na autora e em seus poemas, cada vez mais densos, intensos e, por vezes, sangrentos. (Prefácio do Livro "Galáxia Particular")

Livro "Galáxia Particular - Devaneios Sobre Amores Raptados"

R$ 35,00Preço